sexta-feira, dezembro 30, 2005

Volta Caneira, estás perdoado!

Espero sinceramente, como sportinguista e português, que Marco Caneira venha para o Sporting nos próximos 6 meses, ainda que num negócio que não comporte uma opção de compra no final do contrato.

Não sou daqueles que olha para a saída litigiosa do internacional português do Sporting há anos atrás, juntamente com Alhandra e Paulo Costa, como um óbice à sua aquisição. Por um lado, não houve qualquer desrespeito para com a instituição propriamente dita, como o fez, por exemplo, Simão Sabrosa, não por ter ingressado no Clube dos Papagaios (estava no seu pleno direito) mas por ter dito que “marcar ao Sporting e ganhar em Alvalade era o seu sonho”, isto apesar de dever quase toda a sua carreira ao clube do leão. Por outro lado, estes jogadores eram livres de tentar prosseguir as carreiras noutras paragens. Não nos esqueçamos que até há bem pouco tempo não havia políticas e regras de utilização de jogadores da cantera leonina na equipa principal e que por essas alturas eram mais os jogadores por nós desperdiçados do que aproveitados.

Isto, claro está, independentemente das guerras de empresários que houve na altura mas isso já é outra história...

Num volte-face inesperado, o técnico Quique Flores não pretende agora libertar Caneira, com a promessa de vir a utilizá-lo com mais frequência na segunda metade da temporada, nomeadamente na posição de defesa-central, a preferida e genuína do defesa e na qual ele pretende jogar, isto em virtude da lesão de Ayala, por dois meses.

Parece-me um presente envenenado que Caneira não devia aceitar. O seu espaço no Valência é curto, pelo menos por agora, pelo que uma mudança para Alvalade em ano de Mundial só lhe seria proveitosa, por não haver perda dos rendimentos que aufere, por vir para ser titular num campeonato onde Scolari lhe dará maior atenção e por vir para um clube que luta (de momento) por dois títulos que Caneira ainda não tem no seu curriculum. O potencial de valorização para ele é exponencialmente maior em Alvalade do que no Mestalla. Dúvidas não hajam.

Em ano de Mundial julgo que a opção certa se afigura para Caneira. E daqui vai um apelo: que se lembre da travessia no deserto do médio Hugo Viana em Newcastle, mesmo após ter lá ficado sob promessa/ilusão do treinador Bobby Robson o utilizar mais...

terça-feira, dezembro 27, 2005

Moretto

Só me ocorre dizer que qualquer guarda-redes que neste momento planeie uma transferência para o FCP não pode ter os parafusos todos no sítio ou pelo menos alguns estão desaparafusados...

Vem isto a propósito da “guerra” existente entre SLB e FCP pela aquisição do guardião setubalense, Moretto.

Claro que o Norton de Matos tem toda a razão quando o aconselha a escolher o clube da Luz, prevendo que a luta pela titularidade será mais “justa” do que em terras da Invicta. Vítor Baía está de pedra e cal, como aliás (quase) sempre esteve, na equipa principal do Porto, não só pelos créditos técnicos firmados como igualmente pela mística que transmite aos seus companheiros. Daí que, após tantos anos a comprar nºs 2 e 3 nas fileiras da baliza nortenha, ele lá continue, impávido e sereno, suplantando toda a concorrência que, ano após ano, é cada vez maior e mais competente.

O último foi Helton, guarda-redes brasileiro de quem já se dizia estar a um passo de poder representar a selecção brasileira, conquanto tivesse maior visibilidade. Provavelmente com essa perspectiva, o brasileiro rumou às Antas mas devia ter percebido desde logo aquilo que nos anos passados era regra: Baía só não era o n.º 1 quando se encontrava lesionado, o que nestes tempos recentes raramente aconteceu. Foi, claramente, uma má aposta... e agora quase ninguém se lembra das suas belíssimas defesas pois este já não passa de um “homem-sombra” de Baía.

Percebendo o erro, quer agora sair para “jogar”. Devia ter pensado nisso antes. E Moretto deve pensar agora, caso o Tico e o Teco estejam para aí virados, escolhendo “bem” as paragens futuras da sua carreira, para que não dê um passo atrás como o dado por Helton.

Ainda assim, caso se confirme, muita luta o espera com o regular Quim e a promessa (quase confirmada) Moreira. E ficava o SLB bem servido para a posição mais recuada do terreno, sem qualquer tipo de dúvida.

PS – Toda a gente a ver mas ninguém a querer pronunciar-se sobre a política baixa de contratações do Porto. Desde o ano passado que o clube do PC não só procura no mercado os seus alvos preferenciais como também... os dos seus adversários. Até aqui “ainda vá que não vá” pois o mercado é livre e não há regras de boa conduta que pautem as relações comercias entre clubes... mas quando essas contratações são feitas para depois emprestar os jogadores ou simplesmente impedi-los de rumar a outras paragens, reforçando os rivais... Lamentável.

segunda-feira, dezembro 26, 2005

Boa sorte, Maniche!

Foi com bastante agrado que vi a notícia da contratação do Maniche pelo todo-poderoso Chelsea.

De facto, a 6 meses do Mundial, o centro-campista dá um salto enorme na sua carreira, que ameaçava estar em trajectória descendente, pois não só vai para um dos maiores clubes do Mundo, num dos mais competitivos e espectaculares campeonatos da Velha Europa, como vai ser orientado por aquele a quem Maniche deve (quase) tudo no futebol. Foi, em bom rigor, com Mourinho que “nasceu” Maniche.

Assim, com Essien na CAN (e castigado para os dois jogos da LC com o Barca) e Makelele a braços com uma lesão arreliadora, a entrada de Maniche no clube londrino parece bastante prometedora, uma vez que este campeão europeu por clubes e vice-campeão europeu por nações, com alguma concorrência de fora, vai concerteza ser aposta de Mourinho, atrevendo-me mesmo a dizer, quem sabe, se não se tornará o “patrão” ou pelo menos uma referência de nomeada no meio campo enquanto genuíno “box-to-box”.

Boa sorte para o resto da temporada, Maniche... precisamos de ti na melhor forma no Mundial!

PS – Bom bom era o Costinha poder actuar em paragens mais competitivas... e que lhe dessem a visibilidade que o “Ministro” merece. De outra forma o mister Scolari bem pode pôr a tripla Maniche-Deco-Costinha a treinar afincadamente durante todo o estágio para recuperar aqueles automatismos brilhantes que levaram o FCP ao campeonato europeu e a Selecção onde nós sabemos.

domingo, dezembro 11, 2005

Parabéns Slb...

Tenho que felicitar a equipa do Slb por ter conseguido ganhar ao grande Man. United por 2-1. Foram precisos 101 anos para o fazer....! Algum dia haviam de conseguir.

quarta-feira, dezembro 07, 2005

SLB!!

Ninguém pára o Benfica, ninguém pára o Benfica, ninguém pára o Benfica Ô-é-ô!
É caso para se dizer: "ERRRRRRIPANARRRAPAKEKA!!!"

Artmedió quantos!?

terça-feira, dezembro 06, 2005

Artmedia 0- Porto 0

...e o "melhor futebol da europa" nem na Taça Uefa tem lugar!

This page is powered by Blogger. Isn't yours?


Traffic analyzer